Pesquisar este blog

Carregando...

Você vai marcar a primeira opção?

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Mas o que é o certo e o errado?



Essa semana estava pensando em umas das coisas que mais pensamos em toda a nossa vida: o que é o certo e o errado. Quem nunca virou-se para nós - os jovens - e disse "Não faça isso, menino! Isso é errado!"  E o pior: os "experientes" falam como se nunca tivessem errado na vida! 
Tudo bem, posso até concordar que eles - os mais velhos - não querem que passemos pelas mesmas experiências errantes que passaram, porém, cheguei a uma conclusão totalmente diferente do que a maioria dos adultos têm sobre certo e errado. 

Não acredito - ou melhor, passei a não acreditar - que possamos ter escolhas erradas. Para mim, todas escolhas que tomamos são certas. Até porque se não fossem, não tomaríamos! Na verdade, o que pode fazer com que essas escolhas fracassem são as suas consequências. Um exemplo que pode ilustrar bem o que estou falando é o casamento. Muitos homens afirmam que fizeram errado quando pediram a mulher em casamento, e essas, quando aceitaram o pedido daqueles. No entanto, não é bem assim! Eles fizeram certo quando se casaram, porém, consequências - que talvez nem estejam ligados ao casamento - fizeram com que o amor entre os dois se acabasse.

"Ah! Então quer dizer que se não tomar decisão alguma, não estarei nem fazendo o certo, nem o errado?" Parto do princípio que não tomar decisão é tomar uma decisão: a de não tomar decisão. E ela, como todas as outras são certas! As suas consequências é quem vão dizer se ela foi boa ou não! Porém ela é certa! Sempre!

Nenhum comentário: