sábado, 27 de fevereiro de 2010

Súplica

Desde o dia feliz em que, pasmado,
Pela primeira vez te vi, senhora,
Um sentimento no meu peito mora
Feito de angústia e feito de pecado.

Não creias que ninguém houvesse amado
Tão loucamente como eu te amo agora,
Nem mesmo, oh! linda menina, no de outrora
Cavalheiresco tempo celebrado!

Para que finde o meu suplício airoso,
Ou me concede o mendigado beijo,
Este martírio transformado em gozo,,

Ou revela ao teu dono o meu desejo:
Talvez ele me faça venturoso,
Dando-me a doce morte, enfim, que almejo!

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Feliz Aniversário em 45 Idiomas!

Herzlichen Glückwunsch zum Geburtstag - Alemão
Happy Birthday - Inglês
Gëzuar ditëlindjen - Albanês
عيد ميلاد سعيد - Árabe
З Днём Нараджэння - Bielo-Russo
Честит рожден ден - Búlgaro
Feliç aniversari - Catalão
Saeng-il chughahabnida - Coreano
Shēngrì kuàilè - Chinês
Sretan rođendan - Croata
Tillykke med fødselsdagen - Dinarmaquês
Všetko najlepšie k narodeninám - Eslovaco
Vse najboljše - Esloveno
Feliz Cumpleaños - Espanhol
Palju õnne sünnipäevaks - Estoniano
Hyvää syntymäpäivää - Finlandês
Joyeux anniversaire - Francês
Pen-blwydd Hapus - Galês
Χαρούμενα γενέθλια (Charoúmena genéthlia) - Grego
יום הולדת שמח - Hebraico
Hartelijk gefeliciteerd - Holandês
Boldog születésnapot - Húngaro
Selamat ulang tahun - indonésio
Go maire tú do lá breithe - Irlandês
Til hamingju með afmælið - Islandês
Buon compleanno - Italiano
Tanjō bi omedetō - Japonês
Daudz laimes dzimšanas dienā - Letão
Su gimimo diena - Lituano
Среќен роденден - Macedônico
Selamat ulang tahun - Malaio
Xeqat sbieħ f'għeluq sninek - Maltês
Gratulerer med dagen - Norueguês
تولد مبارک - Persa
Wszystkiego najlepszego z okazji urodzin - Polonês
La mulţi ani - Romeno
С Днем Рождения - Russo
Срећан рођендан - Sérvio
Furahia siku ya kuzaliwa - Suaíle
Grattis på födelsedagen - Sueco
Všechno nejlepší k narozeninám - Tcheco
Doğum günün kutlu olsun - Turco
Chúc mừng sinh nhật - Vietinamita
גליקליכן געבורטסטאָג - Yiddish
Feliz Aniversário - Português

Dizendo "Feliz Aniversário" em várias línguas!

Feliz Aniversário, Informal e Ilegível!


sábado, 20 de fevereiro de 2010

Completando mais um ano de vida!!!


É, meus camaradas! Todo ano é a mesma coisa: chega o mês de fevereiro e me lembro que o nosso Informal e Ilegível completa mais um ano!
E esse ano, como não poderia ser diferente, gostaria de dar os parabéns a você, leitor!
É isso mesmo! Como sempre digo, é o leitor que faz o escritor! Se não fossem vocês, não estaria aqui escrevendo baboseiras em pleno aniversário do blog! rsrsrs
Muitas coisas se passaram aqui no Informal e Ilegível!
Estamos quase na 300° postagem, recebemos milhares de comentários, mais de 25.000 visualizações, sendo 13.500 brasileiros (e sem contar os vários estrangeiros!). E quando me lembro que no dia em que o criei não tinha nada para escrever... Fico feliz, porque continuei criando os meus textos, mesmo sabendo que poderia fracassar (ainda bem que não fracassei!)

Ah! E quem quiser uma fatia do bolo, que entre na fila... Não vai sobrar nada!
Mais uma vez, obrigado!
Um abração a todos...

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Quarta Feira de um Pierrot Apaixonado

 
lágrima furtiva
roupas de palhaço
quero a minha colombina...

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Para quem fica no Carnaval...


Nestas últimas semanas recebi três textos interessantes, depois de ter escrito sobre as paixonites e as ligações perigosas. Cada um tem uma forma diferente de abordar o tema. Eu prefiro a última, que parece a mais sensata a ao mesmo tempo não-racional.

1) O último é do Luis Fernando Verissimo. Não sei dizer se é dele mesmo ou se é um desses inúmeros textos com bom humor e inteligência que rodam por aí como se fossem da autoria dele. Tem bastante esperança nesse texto, vamos colocar assim. Uma vontade de tudo de certo com ironia voltada para os céticos como eu. Imagine, não é? Mas eu gostei, é bem feito.

2) O do meio é do Neil Gaiman. Na verdade, é uma fala de uma personagem no meio de uma história em quadrinhos. Depois de tomar um fora daqueles, ela encontra uma velha conhecida e praticamente vomita tudo isso de uma vez só. Bem amargo e um pouco depressivo, é o ponto mais baixo de qualquer relacionamento. Ah, detalhe... nesse "fora" é que ela descobre a existencia de outra, que na verdade é a "oficial".

3) E tem..., Clarice Lispector. Já falei que tenho um pouco de medo e admiração por essa mulher, não é mesmo? Sempre acho que ela morreu dentro de si mesma, de tanto que fica matutando seus pensamentos mais íntimos. Aqui ela encontra um jeito próprio de pensar no que deu errado. É, de longe, o que mais gosto.

Bom e agora durma-se com esse barulho do carnaval. 
Eu vou embora para Pasárgada, que lá sou mesmo amigo do Rei.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Sou capaz de tudo...


Por você, buscaria as mais lindas flores para te presentear
Por você, trabalharia duro sem receber salário
E se recebesse, daria aos pobres.
Por você, iria a mais alta das montanhas para gritar o quanto te amo.

Por você, passaria noites chuvosas na rua
Assistira menos partidas de futebol
E me interessaria mais por esmaltes.

Por você, escreveria igual a um louco mil vezes "te amo"
Mas se achares desnecessário, escreveria apenas uma vez,
Mas com todo o meu amor.

Por você, ficaria escrevendo todas as coisas que seria capaz de fazer por você (e que são muitas!)
Por você, sou capaz de tudo e de fazer qualquer coisa,
Menos algo para te perder.  

(De Ludgero Baptista para sua amada, Olívia Azzolini)

domingo, 7 de fevereiro de 2010

Inspirado? Eu, não!

 

Às vezes sinto que a Inspiração me deixa de lado. E da mesma maneira, acredito que a Inspiração me abandona porque o que há de mais importante na minha vida também me deixa de lado. Não digo que é proposital, mas o fato é que hoje estou só, sozinho, sem inspiração, sem você...
E reconheço: não estou escrevendo palavras bonitas e meigas porque não estou inspirado. Aliás, estou sendo o mais duro, o mais seco e mal-educado possível para que a falta de inspiração vá embora. Talvez assim, a gente possa se reencontrar, dando brechas para que a inspiração, a verdadeira inspiração, retorne.
Não posso dizer que todos os artistas que passaram, estão passando ou passarão por essa fase estejam longe de sua amada. Mas eu afirmo, com toda a minha certeza de que, para mim, falta de inspiração é consequência de saudade.

(Ludgero Baptista morrendo de saudades de Olívia Azzolini)

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Antíteses



Escuteis o silêncio dessa noite
Fazendo por companhia a solidão
Beijos utópicos ferem como açoite
Enchendo de dor o vazio coração

Voláteis horas parecem-lhe eternas
Areia do tempo corre devagar
Idêntico pensamento alternas
Lembrando-te o que queres apagar

Aquela deusa com lábios malditos
Realidades transformadas em mitos
Prendendo os desejos que libertou

Proferiu-lhe verdadeiras mentiras
E se como sem valores safiras
Na clara escuridão o descartou.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Mas o que é o certo e o errado?



Essa semana estava pensando em umas das coisas que mais pensamos em toda a nossa vida: o que é o certo e o errado. Quem nunca virou-se para nós - os jovens - e disse "Não faça isso, menino! Isso é errado!"  E o pior: os "experientes" falam como se nunca tivessem errado na vida! 
Tudo bem, posso até concordar que eles - os mais velhos - não querem que passemos pelas mesmas experiências errantes que passaram, porém, cheguei a uma conclusão totalmente diferente do que a maioria dos adultos têm sobre certo e errado. 

Não acredito - ou melhor, passei a não acreditar - que possamos ter escolhas erradas. Para mim, todas escolhas que tomamos são certas. Até porque se não fossem, não tomaríamos! Na verdade, o que pode fazer com que essas escolhas fracassem são as suas consequências. Um exemplo que pode ilustrar bem o que estou falando é o casamento. Muitos homens afirmam que fizeram errado quando pediram a mulher em casamento, e essas, quando aceitaram o pedido daqueles. No entanto, não é bem assim! Eles fizeram certo quando se casaram, porém, consequências - que talvez nem estejam ligados ao casamento - fizeram com que o amor entre os dois se acabasse.

"Ah! Então quer dizer que se não tomar decisão alguma, não estarei nem fazendo o certo, nem o errado?" Parto do princípio que não tomar decisão é tomar uma decisão: a de não tomar decisão. E ela, como todas as outras são certas! As suas consequências é quem vão dizer se ela foi boa ou não! Porém ela é certa! Sempre!

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Mentiras, mentiras e mais mentiras...

Segundo as estatísticas, mentimos cerca de 200 vezes por dia e em média uma vez por cada 5 minutos.Estatisticamente uma pessoa normal conta em média 3 mentiras a cada 10 minutos de conversa.
A mentira está por toda parte. Ela é normal. Todos mentimos e quem diz o contrário mente. Temos dificuldade em nos reconhecer como mentirosos porque há um julgamento moral contrário. Mentimos para obter vantagens e para nos proteger de algo, o que significa que estamos, de certa forma, passando a perna em alguém. Quem mente bem costuma se dar melhor do que quem não consegue fazê-lo.

A mentira traz vantagens indiscutíveis. Bons mentirosos são mais populares e bem-sucedidos. Alguns conseguem enganar por muito tempo e atingem status social mais alto e até melhores salários. A mentira está em toda a natureza. Vírus enganam o sistema imunológico de seus hospedeiros, plantas dissimulam para se livrar de predadores, animais blefam para conseguir comida. Não é só uma questão de sobrevivência. É levar vantagem. E ser melhor do que os concorrentes. E assim é a vida humana também.


- POR QUE MENTIR?
  1. Porque tem medo de revelar a verdade;
  2. Porque tem medo de magoar;
  3. Porque querem se vanglorizar por algo que não fez;
  4. Porque são viciados e mentir se tornou um habito;
  5. Para se proteger ;
  6. Para prejudicar;
  7. Mentir para consertar;
  8. Mentir para fugir;
  9. Mentir para conquistar;
  10. E também Porque já faz parte da índole de todo ser humano.

    - COMO RECONHECER UM MENTIROSO?

     
    Simples: o nariz dele crescerá! MENTIRA!


    1. A pessoa fará pouco ou nenhum contato direto nos olhos

    2. A expressão física será limitada, com poucos movimentos dos braços e das mãos. Quando tais movimentos ocorrem, eles parecem rígidos e mecânicos. As mãos, os braços e as pernas tendem a ficar encolhidos contra o corpo e a pessoa ocupa menos espaço;

    3. Uma ou ambas as mãos podem ser levadas ao rosto (a mão pode cobrir a boca, indicando que ela não acredita - ou está insegura - no que está dizendo). Também é improvável que a pessoa toque seu peito com um gesto de mão aberta;

    4. A fim de parecer mais tranqüila, a pessoa poderá se encolher um pouco;
    5. Não há sincronismo entre gestos e palavras;

    6. A cabeça se move de modo mecânico;

    7. Ocorre o movimento de distanciamento da pessoa para longe de seu acusador, possivelmente em direção à saída;

    8. A pessoa que mente reluta em se defrontar com seu acusador e pode virar sua cabeça ou posicionar seu corpo para o lado oposto;

    9. O corpo ficará encolhido. É improvável que permaneça ereto;

    10. Haverá pouco ou nenhum contato físico por parte da pessoa durante a tentativa de convencê-lo;

    11. A pessoa não apontará seu dedo para quem está tentando convencer;

    12. Observe para onde os olhos da pessoa se movem na hora da resposta de sua pergunta. Se olhar para cima e à direita, e for destra, tem grandes chances de estar mentindo.

    13. Observe o tempo de demora na resposta de sua pergunta. Uma demora na resposta indica que ela está criando a desculpa e em seguida verificando se esta é coerente ou não. A pessoa que mente não consegue responder automaticamente à sua pergunta.

    14. A pessoa que mente adquire uma expressão corporal mais relaxada quando você muda de assunto.

    15. Se a pessoa ficar tranqüila enquanto você a acusa, então é melhor desconfiar. Dificilmente as pessoas ficam tranqüilas enquanto são acusadas por algo que sabem que são inocentes. A tendência natural do ser humano é manter um certo desespero para provar que é inocente. Por outro lado, a pessoa que mente fica quieta, evitando a todo custo falar de mais detalhes sobre a acusação;

    16. Quem mente utilizará as palavras de quem o ouve para afirmar seu ponto de vista;

    17. A pessoa que mente continuará acrescentando informações até se certificar de que você se convenceu com o que ela disse;

    18. Ela pode ficar de costas para a parede, dando a impressão que mentalmente está pronta para se defender;

    19. Em relação à história contada, o mentiroso, geralmente, deixa de mencionar aspectos negativos;

    20. Um mentiroso pode estar pronto para responder as suas perguntas, mas ele mesmo não coloca nenhuma questão.

    21. A pessoa que mente pode utilizar as seguintes frases para ganhar tempo, a fim de pensar numa resposta (ou como forma de mudar de assunto): "Por que eu mentiria para você?", "Para dizer a verdade...", "Para ser franco...", "De onde você tirou essa idéia?", "Por que está me perguntando uma coisa dessas?", "Poderia repetir a pergunta?", "Eu acho que este não é um bom lugar para se discutir isso", "Podemos falar mais tarde a respeito disso?", "Como se atreve a me perguntar uma coisa dessas?";

    22. Ela evita responder, pedindo para você repetir a pergunta, ou então responde com outra pergunta;

    23. A pessoa utiliza de humor e sarcasmo para aliviar as preocupações do interlocutor;

    24. A pessoa que está mentindo pode corar, transpirar e respirar com dificuldade;

    25. O corpo da pessoa mentirosa pode ficar trêmulo: as mãos podem tremer. Se a pessoa estiver escondendo as mãos, isso pode ser uma tentativa de ocultar um tremor incontrolável.

    26. Observe a voz. Ela pode falhar e a pessoa pode parecer incoerente;

    27. Voz fora do tom: as cordas vocais, como qualquer outro músculo, tendem a ficar enrijecidos quando a pessoa está sob pressão. Isso produzirá um som mais alto.

    28. Engolir em seco: a pessoa pode começar a engolir em seco.

    29. Pigarrear: Se ela estiver mentindo têm grandes chances de pigarrear enquanto fala com você. Devido à ansiedade, o muco se forma na garganta, e uma pessoa que fala em público, se estiver nervosa, pode pigarrear para limpar a garganta antes de começar a falar.

    30. Já reparou que quando estamos convictos do que estamos dizendo, nossas mãos e braços gesticulam, enfatizando nosso ponto de vista e demonstrando forte convicção? A pessoa que mente não consegue fazer isso. Esteja atento.



    - MENTIRAS QUE VOCÊ JÁ OUVIU POR AÍ:

    01 – Satisfação garantida ou seu dinheiro de volta.
    02 – Não nos procure, nós o procuraremos.
    03 – Pode deixar que eu te ligo.
    04 – Puxa, como você emagreceu!
    05 – Fique tranqüilo, vai dar tudo certo!
    06 – Quinta-feira, sem falta, o seu carro vai estar pronto.
    07 – Pague a minha parte que depois eu acerto contigo.
    08 – Eu só bebo socialmente.
    09 – Isso é para o seu próprio bem.
    10 – Eu estava passando por aqui e resolvi subir.
    11 – Estou te vendendo a preço de custo.
    12 – Não vou contar pra ninguém.
    13 – Não é pelo dinheiro, é uma questão de princípios.
    14 – Somos apenas bons amigos.
    15 – Que lindo é o seu bebê.
    16 – Pode contar comigo!
    17 – Você está cada vez mais jovem.
    18 – Eu nem reparei que você usava peruca.
    19 – Nunca broxei antes.
    20 – Você foi a melhor transa que eu já tive.
    21 – Não contém aditivos químicos.
    22 – Estou sem troco, leve um chiclete.
    23 – Obrigado pelo presente, era exatamente o que eu estava precisando.
    24 – Não se preocupe, essa roupa não vai encolher.
    25 – Não se preocupe, essa roupa vai lacear.
    26 – Essa roupa é a sua cara.
    27 – Eu não pude evitar.
    28 – Tudo o que é meu, é seu.
    29 – A inflação vai cair.
    30 – Eu não sou candidato.
    31 – Só vou pôr a cabecinha.
    32 – O trabalho engrandece o homem!
    33 – Isso nunca aconteceu comigo.
    34 – Isto vai doer mais em mim do que em você.
    35 – Dinheiro não traz felicidade.
    36 – Você sempre foi a única.
    37 – Pode ir que vou depois.
    38 – Eu nem estava olhando.
    39 – Que bom que você já arrumou outra, estou feliz.
    40 – A amizade é o que importa.
    41 – Juro que não estava sabendo.
    42 – Não fui eu que contei.
    43 – Está perfeito!
    44 – Esse carro nunca foi batido, só fica na garagem.
    45 – Não folga que sou do jiu-jitsu.
    46 – Eu liguei, mas ninguém atendeu.
    47 – Beleza e dinheiro não importam, e sim estar feliz.
    48 – Ela era virgem quando a conheci.
    49 – Nunca te traí.
    50 – Eu nunca falei nenhuma dessas mentiras acima


    - MENTIRAS DO COTIDIANO:

    ADVOGADO: Esse processo é rápido
    AMBULANTE: Qualquer coisa, volta aqui que a gente troca
    ANFITRIÃO: Já vai? Ainda é cedo
    ANIVERSARIANTE: Presente? Sua presença é mais importante
    ASSISTÊNCIA TÉCNICA: Foi o carvão do motor e problema de pico na fonte
    BÊBADO: Sei perfeitamente o que estou dizendo
    CASAL SEM FILHOS: Visite-nos sempre; adoramos suas crianças
    CONTADOR: Tá batendo tudo
    CORRETOR DE IMÓVEIS: Em 6 meses colocarão: água, luz e telefone
    DELEGADO: Tomaremos providências
    DENTISTA: Não vai doer nada
    DESILUDIDA: Não quero mais saber de homem
    DEVEDOR: Amanhã, sem falta
    ENCANADOR: É muita pressão que vem da rua
    FILHA DE 19 ANOS: Dormi na casa de uma colega
    FILHO DE 19 ANOS: Antes das 11 estarei de volta
    GERENTE DE BANCO: Trabalhamos com as taxas mais baixas do mercado
    INIMIGO DO MORTO: Era um bom sujeito
    JOGADOR DE FUTEBOL: Vamos continuar trabalhando e forte
    LADRÃO: Isso aqui foi um homem que me deu
    LOCUTOR DE TV: E até a próxima semana, neste mesmo horário
    MECÂNICO: É o carburador
    MUAMBEIRO: Tem garantia de fábrica
    NAMORADA: Pra dizer a verdade, nem beijar eu sei
    NAMORADO: Você foi a única mulher que eu realmente amei
    NOIVO: Casaremos o mais breve possível
    ORADOR: Apenas duas palavras
    OTIMISTA: Os últimos serão os primeiros
    PEIXEIRO: Pode levar freguesa; está fresquinho
    POBRE: Se eu fosse milionário espalhava dinheiro pra todo mundo
    RECÉM-CASADO: Até que a morte nos separe
    SAPATEIRO: Depois alarga no pé
    SOGRA: Em briga de marido e mulher não me meto
    VAGABUNDO: Há 3 anos que procuro mas não acho nada
    VICIADO: Essa vai ser a última

    quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

    Qual a pior dor que existe?

     

    Você acha que bater o seu minguinho no pé da cama é doloroso? Então confira algumas dores que podem doer bastante e causar bastante incomodo.
    Todas as dores desta tabela são consideradas superfortes, superam até mesmo atrocidades como fratura exposta do fêmur, cortes profundos ou ácido na pele.

    • Cólica Renal - São as mal-aflamadas pedras no rim.

    • Infarto - O infarto agudo do miocárdio em que o musculo cardiáco sofre dor súbida e aguda.

    • Dor do Parto - Partos normais sem anestesia podem ser terriveis.

    • Dor de Dente - Inflamação com pus na raiz, pode provocar calafrios de dor.

    • Cólica Biliar - A dor da popular "pedra na vesícula".

    • Lombalgia Aguda - Dor súbita nas costas.

    • Neurite Herpética - Dor causada por um virus que atinge o nervo intercostal, junto às costelas.

    • Gota - Causada por um acúmulo de ácido úrico.

    • Hipertensão Intracraniana - O rompimento de uma artéria no cérebro.

    • Dor de cabeça - Pesadas enxaquecas severas e da nevralgia do trigêmeo podem ser bem irritante e doloroso.

    E você? Qual dessas dores você acha pior?

    terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

    Nós que nos perdemos...

    Explicar a realidade é complexo
    Quiçá, até mesmo impossível
    Precisamos de algo sem nexo
    Para conceituar o visível

    Somos frutos de nossas escolhas
    E não mais um produto do meio
    Riscamos linhas tortas
    Transformando versos em tiroteio

    Dizemos o que nunca foi dito
    Gritamos a plenos pulmões
    Agarramos o infinito
    Queremos sair campeões

    Derramar rios de lágrimas
    Jamais originará um belo jardim
    Acreditar em nossas palavras
    Só isso nos tirará o desejo do fim.

    segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

    Como Ganhar um BBB?


    Se algum dia por acaso você for selecionado para esse programa de merda ótima audiência confira aqui algumas dicas até de alguns participantes.

    Monte seu personagem

    Se o BBB fosse uma novela, você teria de ser um dos personagens principais. Esquente o jogo com tramas e cenas do próximo capítulo. Tome iniciativa, mostre tudo que é, esteja sempre convicto do que faz e surpreenda o público e os outros participantes. “Seja sempre você mesmo e siga sua intuição”, afirma Diego Alemão, vencedor do BBB 7. Essa é a dica de ouro. Se o público for com a sua cara, pode jogar no lixo as outras dicas desta página.

    Brigue com os malas

    Faça os chatos do grupo se voltarem contra você. Fique longe, ignore-os e, se eles armarem sua expulsão, fique tranqüilo. Ganhadores como Dhomini e Alemão foram vezes seguidas para o paredão e sempre acabaram salvos pelo público.

    Se for mulher, vá com calma


    Ok, você pode ficar com alguém e até falar sobre sexo anal, mas só se for para montar seu personagem, como fez Nathalia, do BBB 8. Se não, cuidado: mulher que se entrega logo a cenas de sexo só ganha se tiver muito carisma.

    Seja diferente

    Destoe da média de rostinhos bonitos e corpinhos sarados, como fez Cida, do BBB 4 e Jean Willys, do BBB 5. “O fato de ser gay não me ajudou a ganhar, mas foi importante para me diferenciar do grupo”, afirma ele.

    CUIDADO!!!

    Não faça cara feia

    Mulheres bonitas, bronzeadas e chatinhas são sempre as primeiras eliminadas. Deixe em casa o rancor com o mundo. Jaqueline, do BBB 8, falou mal de todo mundo: foi eliminada com 87% dos votos.

    Não pague de bonzinho

    Seja do bem, que o público gosta, mas não finja ser bonzinho só para agradar. Muitos competidores do bem dançaram feio. Foi assim com Caetano (no BBB 1), Moisés (BBB 2) e Paulo (BBB 3).

    Não copie

    Não é porque Kleber Bambam e Rodrigo Cowboy ganharam que você deve forçar um sotaque caipira como o deles. Fernando, do último BBB, se disse parecido com Alemão: foi embora rapidinho.

    Não seja um banana

    Se tiver medo de aparecer, você será eliminado e ainda ficará com fama de bundão. “É preciso marcar posição e participar da narrativa, para não virar uma nulidade no grupo”, diz Jean Willys.

    Somos o que, afinal?

     

    Somos o que, afinal?
    Nenhuma categoria nos quer,
    Nenhuma palavra nos define,
    Nenhum sentimento nos expressa.

    Por que diabos continuamos assim?
    Somos e não somos amigos,
    Somos e não somos amantes,
    Apenas o fel nos contenta.

    Saberíamos viver de outra forma?
    Mantemo-nos inertes diante de quaisquer revoluções,
    Mudanças aparentes se resumem a um fim comum,
    Retornaremos ao mesmo drama enfim.

    Pois então, de quem é a culpa?
    As contradições se uniram em busca do inatingível.
    Temos prazer pelo sabor e dor de assim ser,
    Ambos culpados e reféns de nossa fraqueza e destino.

     

    Pesquisar este blog

    Você vai marcar a primeira opção?