sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Mês do Futebol Brasileiro


Não tenho muito costume de comentar sobre futebol aqui no blog, mas esse mês considero como o mês do futebol brasileiro!

Início do mês, no amistoso entre Brasil e Inglaterra, um espetáculo! Não só por parte da seleção brasileira. É verdade. Aliás, acredito que a única seleção capaz de deter atualmente o imbatível Canarinho é a inglesa. Apesar de o Brasil ter ganho por 1 X 0, o adversário impôs moral e fez o povão da terra do futebol suar.

Outro time que está em ritmo de festa é o meu mengão. Os rubro-negros estamos cada vez mais próximos do primeiro lugar no campeonato brasileiro! Sem contar que o time também faz um show no gramado...

Há duas semanas fiquei fascinado com o jogo entre Fluminense e Cerro Porteño. Apesar da porradaria antes, no meio e no final da partida, foi um jogo bonito. Não que eu torça para o fluminense - sou fiel ao flamengo -, mas sou a favor das belas partidas. Ele já venceria com um empate ou iria para os pênaltis se o adversário abrisse um ponto de diferença. Aos 47 minutos do segundo tempo, gol, e logo depois, sem o goleiro do Cerro, outro! Final: 2 X 1 para o fluminense.

Parabéns aos times e espero voltar a postar mais sobre futebol. Porém, sem ter que dizer que houve pancadaria - senão, é mais fácil falar sobre boxe, jiu-jitsu... E de preferência daqui a algumas semanas, quando o Flamengo for Campeão!

sábado, 21 de novembro de 2009

Sobre as Universidades e Puteiros...



"Demorei um pouco, mas vou emitir minha visão sobre o caso da safadinha da universidade, que zanzou pelas dependências da mesma com uma micro-saia.

Ontem, numa rápida troca de canais, dei de cara com a figura, num desses programas patéticos das noites televisivas. Era o de Luciana de Menos, que já deu o ar da graça por aqui, na faltosa seção dos pélas da vez (que voltará em breve). Vamos então ao que ouvi ontem, pra depois passar aos aspectos gerais da questão, que interessam muito mais do que as frases feitas do programa.

Sim, o que vi ontem foi exatamente isso: um sem-número de frases feitas, das quais a mais usada foi essa babaquice completa, que virou mantra para legitimar todo e qualquer tipo de permissividade possível: 'Vivemos num mundo democrático e ela tem o direito de usar a roupa que quer'. Outra besteira latida veio da própria protagonista, a safadinha da saia, que dizia, imponente: 'Não dou a mínima pra ninguém, uso a saia que quiser, ninguém paga as minhas contas'. Pois bem...

Vamos direto ao ponto. Concordo plenamente com a expulsão da menina-vitrine. Universidade não é praia e não pode ser um lugar 'democrático'. Tem que ser um lugar cujos ritos exemplifiquem na prática os valores que cercam a simbologia do lugar. Querem transformar o ensino superior num treco qualquer, mas na minha reflexão não funciona. Estamos de fato numa época emburrecida, mas a história só morre na cabeça dos imbecis. Quem tem o mínimo de discernimento, sabe que existem diferenças entre as coisas.
[...]
Quanto aos argumentos da menina, esse papo de que o fato de pagar as próprias contas justifica fazer qualquer coisa não se sustenta nem em jardim de infância. O dia que alguém desrespeitar a safadinha e mostrar o nome limpo no SPC, ela vai chiar do mesmo jeito. No dos outros é refresco...

Essa, aliás, é mais uma prova de que a mulher contemporânea é um ser socialmente inviável... Salvo as exceções de praxe..."

Texto retirado do Blog Impostura, do meu amigo Marcelo.

Reforma Ortográfica: Faça a Sua!


Mais uma enviada por e-mail. Desta vez, foi a Rafaela, de Santa Catarina.
Pelo menos, ele sabe que a trema deixará de ser usada. E a letra "s" também!

Se você também tiver uma placa ridícula ou uma sugestão para o blog, envie para
informaleilegivel@yahoo.com.br

Deixe o seu recado!
Um abração para todos!
FUI!

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Para quê mais feriados? Vão trabalhar!


 (Tem alguém preocupado com o real significado dessa data? NÃO!)

Com todo o respeito à comemoração que se faz nesse dia 20 de novembro. Porém, pelo que a data significa, é um absurdo ser feriado.

Inventam datas como essa para que possamos parar para refletir sobre o seu objetivo. Não questiono isso, mas duvido sim que as pessoas param para pensar no real valor do dia ao invés de ficarem todas alegres por mais uma folga.

Por isso que esse país não sai do lugar. Cada um preocupado com o próprio umbigo dá nisso. Daqui a pouco vai ter dia do barrigudo, dia do orelhudo, dia da antena parabólica e mais outros feriados para o brasileiro confirmar seu estigma de vagabundo.

Fim de semana, no cinema...



Pois é... o último final de semana, passei no cinema. Estava muito curioso para saber, afinal, como terminaria o mundo após o seu fim da visão do diretor. Fiquei muito decepcionado, pois apesar de ser uma possibilidade o mundo acabar daquela maneira, algumas coisas que são mostradas são praticamente impossíveis.

Primeiramente, gostaria de deixar bem claro que, se alguém estiver indo aos cinemas para ver o que aconteceria no Rio de Janeiro e quais seriam seus estragos, vai se decepcionar também. A história acontece, principalmente, nos EUA - que são os principais poluidores no planeta depois da China. Assim como "Impacto Profundo", "Independence Day" e "O Dia Depois de Amanhã", "2012" também apenas mostra a tentativa de uma família norte-americana de sobreviver.

Agora, as "coisas que são praticamente impossíveis": quem falou que um avião consegue levantar vôo em um chão desregular (o chão estava afundando!); e depois, esse mesmo avião, com um piloto que havia tido apenas algumas horas treinamento, consegue passar entre dois prédios que estão caindo para o lado igualzinho a Torre de Pisa, sem bater em nenhum dos destroços - o que poderia destruir as hélices e fazê-lo cair. Há muitas outras mentiras no filme! São muitas! Mas devo confessar: os efeitos dessas mentiradas são espetaculares!

Agora, no final do filme um fato interessante. E que é parecido com a mensagem do "O Dia Depois de Amanhã", onde os EUA, por ter todo seu território congelado, pede abrigo ao povo mexicano, que aceita - diferentemente dos daqueles, que impedem a entrada destes em seu território. Em 2012,  ao sairem das arcas construídas - outra balela -, encontram apenas o território africano acima do nível do mar. Ou seja, os americanos - grande parte dos que se salvaram - têm agora que se abrigar no continente de quem sempre explorou!

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Todo Quebrado!

Pois é...
Esse mês já é a segunda vez que vou parar no hospital todo quebrado.
Desta vez, foi por outro motivo, além do método de aumentar os seios da vaca minha irmã!
O motivo foi que no Centro do Rio de Janeiro, havia uma prostituta dando a luz! É sério! Um fato inédito para mim! Eu nunca tinha visto uma prostituta tendo um filho!

Então, vendo que ela não tinha recursos nenhum, me solidarizei e fui à uma farmácia e comprei um pacote de fraldas descartáveis.
No momento em que estou indo em direção a protituta que tinha tido um filho, vejo um Policial Militar vindo em direção a minha pessoa.

Ele, como todos os outros PMs, metidos e achando que têm todo o poder na mão, vira-se para mim e pergunta:
- Para onde vai esse pacote de fraldas?
E eu respondi com toda a seriedade do mundo:
- Vai para a puta que pariu!

Bem, talvez ele não tivesse todo o poder nas mãos.
Pelo que deu para ver, numa havia um cacetete e na outra, um spray de pimenta!

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Condicionamento...

Enquanto isso, numa certa Loja de eletrodomésticos na Tjuca, o que vejo é isto:

- Com licença. Em que posso ajudá-lo?
- Vocês não vendem mais TVs, não?
- Vendemos sim, senhor. Temos esses model...
- Então o problema é DVD. Vocês não vendem mais DVDs, é isso?
- Não, senhor. Vendemos sim. Nos temos esse modelo em promoç...
- Então é porque vocês não têm mais o DVD do Titanic. É isso? O problema é esse?
- Calma, senhor. O senhor está ficando nervoso e eu...
- Nervoso eu já estou há muuuuiiiito tempo, meu amigo!
- Calma, senhor! Eu não estou entendendo!
- Me chama o gerente aí que eu vou quebrar a cara desse FDP!
- Calma, senhor! Eu vou chamá-lo. Por favor, vamos manter a calma... Seu Siqueira! Seu Siqueira! Tem um cliente aqui querendo falar com o senhor...
- Pois não. Em que eu pos...
- poisnãoéocudatuamãe!
- Que é isso, meu amigo!
- Eu quero o Titanic de volta!
- Como assim? Que Titanic? O senhor comprou algum DVD com defeito?
- Comprei merda nenhuma. Eu só quero saber por que vocês tiraram o Titanic e colocaram essas merdas de circuladores de ar com essa fitinhas escrotas amarradas!
-Hein?
- Esses circuladores aqui, ó, na entrada da loja!
- Senhor... Eu não estou entendendo.
- Eu vou explicar. Tá vendo aquele prédio ali do outro lado da rua? Tá vendo aquela varanda com umas samambaias desfolhadas?
- A-hã. O senhor devia usar um adubo chamado...
- VTNC. Não é disso que a gente tá falando! Tá vendo a varanda? Pois é. Todo dia, nos últimos 10 meses eu sentava ali pra tomar meu café, olhava aqui pra baixo, e nas televisões que estavam em exposição aqui na frente da loja tava sempre passando o DVD do Titanic.
- ...?
- Pois é. Desde a semana passada algum filhadaputa desta loja, numa revolucionária jogada de marketing, resolveu que, só por que o verão tá chegando, é hora de vender circulador de ar e resolveu tirar as merdas das TVs da exposição, junto com o Titanic. E sabe agora, o que eu vejo quando eu tomo café da manhã?
- Não senhor.
- CRICULADOR COM FITINHA!
- Senhor... Se o senhor gosta tanto assim do filme, por que não compra o DVD?
- EU NÃO GOSTO DO FILME!!!
- Senhor... Então qual é o problema?
- O problema é que, desde que vocês tiraram as merdas das TVs de tela plana passando Titanic, e trocaram por esses malditos circuladores de ar, todo dia de manhã, enquanto eu tomo eu café, eu fico cantarolando “My Heart Will Go On”!!! E EU ODEIO CELINE DION!!!!
-- ahhhTaaaa.
-- Você não tem o direito de fazer isso comigo! Eu quero meu Titanic de volta!

sábado, 14 de novembro de 2009

Zina, o Herói (???)


RONALDOOO!
"O programa Pânico, que sempre tripudiou da privacidade de quem quer que um dia tenha tido 15 minutos de fama, resolveu dar lição de moral à população, ao resto da mídia e às autoridades públicas. Bastou um dos seus integrantes ser preso com cocaína para o programa de humor escrachado ficar seríssimo e bater pé contra o resto do mundo que divulgou ou consumiu a informação."

Por Malu Fontes,Jornalista, Doutora em Comunicação e Cultura e Professora da Facom-Ufba


E este foi o assunto do mês na sala de aula: Zina pego com cocaína. Como se não parecesse que mais da metade da população faz ou já fez uso! 
Às vezes me pergunto se não foi, por parte dele, proposital! Um homem, que do nada vai em direção ao sucesso, não seria capaz de fazer um papelão desses para ficar ainda mais famoso? "Pô, viu o caso do Zina? Foi pego com drogas! Coitado!"

Não sou contra o uso de drogas... Mas também não faço apologia! Acho que quem quiser, usa, quem não quiser, não usa! Na verdade, sou contra a violência que se tem por trás dela.
Todos sabem que álcool e tabaco são drogas - lícitas, mas não deixam de ser droga. Porém, não tem nenhum traficante querendo tomar seu controle de venda.
O mesmo deveria ser feito pelo governo. Este deveria autorizar a venda das drogas ilícitas. Mas não pense que o meu ponto de vista é que deve ser liberado para qualquer um, na quantidade que ele quiser, na hora que quiser.

Vou explicar: assim, como já existe em alguns países, os postos de saúde deveriam fornecer pequenas quantidades da tal droga, principalmente para quem quer largá-la. E não me venha com esse negócio de que só força de vontade basta, porque não basta! Vícios em drogas tem haver com a necessidade do organismo, que se acostuma com a substância e pede mais. Por isso, os sintomas da abstinência, como agressividade.
E controlado porque, se já existem os bêbados, que não cheiram muito bem, imaginem se encontrássemos os caras que cheiram e fumam direto pelas ruas... Esse mundo estaria perdido.

E mais: somente assim, a violência existente nas grandes metrópoles brasileiras acabaria. Ou, pelo menos, diminuiria. O controle pelo tráfico de drogas entraria em extinção. Com o governo distribuindo drogas  de forma controlada para os dependentes, quem iria comprar com os caras maus do morro?

Essa é apenas uma opinião minha. Quem concordar, fique a vontade para comentar.
E quem for contra, também! Mostre seus argumentos.
Senão, ponto final!

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Mas que indecisão, hein?!


Rodízio de pizza sempre deixa a gente indeciso.
"Será que como essa ou espero a próxima? Será que a próxima é de chocolate? Hummm! Mas será que a de Champinhon que estava aqui vai voltar se pegar a de chocolate que está por vir? Champinhon ou Chocolate? Garçom, por favor, me vê uma de mussarela, mesmo!"

Eu estava apreciando a minha, que era de Strogonoff, quando entra na pizzaria um senhor de muito mal gosto - estava com a camisa do Vasco da Gama - e se senta com sua mulher e seus dois filhos, aparentando ter entre quatro e seis anos de idade.

O que mais me espantou foi o fato de que o menor entre as crianças não falava! Ele berrava! Gritava! Era impossível: ele só poderia estar com um microfone instalado no c... Bem, deixa para lá.
"Paieee, quero pizza! Paiee, quero de chocolate!"
E o pai incentivando:
-Quem quer pizza de chocolate!
- Euu! Queremos pizza de chocolate!

A primeira pizza chegou a mesa deles. Era a da tal de Champinhon.
A garçonete, educadamente, ofereceu:
- Pizza de Champinhon, senhor?
Ele respondeu:
- Sim, obrigado!
- Mais alguém?
Desta vez, a mulher dele respondeu:
- Não, não!
Porém, parecia que ninguém, ou melhor, um dos filhos não tinha ouvido:
- Eu quero! Eu querooooo!!!

No momento em que a garçonete tentou sair, o pai tentou convencer o filho dizendo que iria pedir uma de muzzarela para ele.
Vendo que não iria dar em nada, o pai pediu para a mesma garçonete, que estava atendendo a mesa ao lado - a minha - que servisse uma fatia da de Champinhon para o "pentelho".
E ele, chorando, reclamou:
- Eu quero aquela outra! Não quero essa!
Mas essa não era aquela?!?! Até hoje, não entendi nada!

Após ter esquecido a pizza de Champinhon, que na verdade era de muzzarela, ou vice versa, o pai voltou a provocar o filho mostrando-lhe todo o cardápio, todas as pizzas:
- Eu vou querer... Bacalhau!
- Pai! Também quero pizza de Bacalhau!!!
- Eu quero uma de Banana!
- Pai! Eu também quero uma pizza de Banana!
Bem, parecia que ele também tinha um gravador instalado naquele lugar...
E isso aos berros! Parecia que ele queria avisar a todos quais as pizzas que ele queria! Mas o pior: Eram as mesmas que as do pai!

Então teve uma hora que pensei: "Vou ter que sacanear esse baixinho!"
Pedi a uma garçonete, bem alto, que, por favor fizesse uma pizza de "Laranja com Limão".

Tenho certeza de que ele ouviu, pois na mesma hora ele gritou:
- Pai! Quero uma pizza de Laranja com Limão!
O senhor que atendia o estabelecimento, juntamente com o pai do menino sacaneado, tentou explicar que eles não faziam esse tipo de pizza. Coitadinho do menino...

E eu? Paguei minha conta e vim embora.
Talvez o danado do menino ainda esteja querendo a tal pizza.
Mas, sem dúvida, nunca mais irá repetir tudo o que os outros dizem e em alto e bom som!

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Eu Amo Spam!



Sabe, eu gosto de receber Spam. É verdade! Eles são as únicas pessoas que se preocupam realmente comigo... Por exemplo, todo aquele pessoal que eu ajudei na travessia do deserto. Tudo bem, no começo rolou um agradecimento, umas homilias e tal, mas hoje, nem um emailzinho! O porteiro só aparece aqui para pedir. Para oferecer ajuda e conforto, ninguém toca no interfone... Mas essas empresas de spam, não. Elas se preocupam com você.

Veja só: todo dia Debbie Bryant me envia um email (subject: I'll never forget you) e me promete mandar fotos da festinha da noite passada. Eu nem conheço a Debbie, mas o fato dela me mandar emails todos os dias me traz algum conforto e até alguma intimidade. Teve um dia que ela não me mandou email e eu, super preocupado, tive que mandar um email para ela, perguntando se estava tudo bem, se ela tava precisando de alguma coisa e tal... Ela me pediu o número do meu cartão de crédito internacional e desde então me manda, todos os dias, as tais fotos da tal festinha...

Tem um certo doutor Erik Wilkerson que sempre me oferece (subject:Let our Doctors write your Prescriptions) um conjunto mágico de pílulas naturais que prometem um crescimento comprovado de 3 a 4 polegadas em 90 dias. Porra! Ninguém nunca se preocupou comigo à esse ponto! E quem falou que preciso? Aliás, encaminhei a mensagem para quem diz necessitar.

Tem também a senhora lustyLizzy346, que faz parte de uma organização chamada "HornyWiddows". Ela, assim como eu, se sente muito carente e anseia vorazmente por mim. Todos os dias ela me manda link para suas fotos. Ela é meio coroa, não faz muito o meu tipo, mas como simpatizo com sua carência, eu vou visitar sua página todos os dias...

Tem o Paulo Silva que, apesar de eu ser aposentado e não precisar de dinheiro, me manda todos os dias um batalhão de emails (subject: trabalhe em casa e aumente sua renda) me prometendo formas de conseguir aumentar meus rendimentos mensais em até R$1000,00 (tempo parcial). Que tipo de pessoa, de tão bom coração, se dedica a tão altruística missão?

Tem uns advogados, uns corretores, um pessoal da cobrança judicial do mercado livre e até a viúva de um ditador de uma pequena nação africana que me oferece 16 milhões de dólares se eu lhe ajudar com umas papeladas de banco, que mandam email todos os dias. 


É graças a estas pessoas que eu não me sinto sozinho todos os dias. É por causa destas pessoas que eu abro todos os dias meu web-mail com a certeza de que haverá mensagens e não me sentirei uma fontindade superior sozinha. É por isso que eu amo os Spams.

Longa vida aos Spams!!!

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Segunda Vez no Elevador em Uma Semana!



Pois é... Todo mundo deve ter reparado que ontem, por volta das dez horas e quinze minutos da noite, houve um black-out um apagão mesmo!
E adivinhem o que me aconteceu: a minha vizinha, com as suas duas amigas, entrou no elevador do prédio onde moro ao mesmo tempo que eu. Agora, podem ficar babando: as amigas dela eram a gostosa da Cléo Pires e a morenaça da Juliana Paes!

Babem mais ainda: entramos no momento exato em que ocorreu o apagão!
É, caros amigos... Cinco horas sem luz - somente com a de emergência - fez com que acontecessem várias coisas.

Ah! Só para não esquecer! Hoje, depois de terem dormido no apartamento da vizinha bonitinha, Cléo e Juju me encontraram na portaria do prédio. Elas me deram parabéns.
Não sei se foi pelo dia do meu aniversário. Acho que não!

Mas de qualquer forma, foi um presente e tanto!

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Dinheiro Emprestado!

Então, dia desses, cheguei em casa depois do meu passeio pela praia, e estava lá, em cima da mesa, um bilhetinho muito mal escrito:

    "Seu Julho,
    Peguei R$ 347,50 emprestado na sua carteira. Depois o senhor me desconta.
    Ass. Marlene, a sua empregada"


Caraca! A mulher não só errou o meu nome, como também saqueou a minha carteira! Empregada FDP! Se tivesse pegado vinte conto, tudo bem. Mas R$ 347,50??? Para quê essa precisão toda?
Putz, que empregada escrota...

Eu Canto Sem Saber a Letra...

Chora PenDrive!

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

No Elevador...



Estava eu lá, na segunda feira, depois do almoço, subindo sozinho de elevador num prédio do centro do Rio, quando de repente, não mais que de repente, entram no elevador Luana Piovanni e Daniele Winnits.
Lá pelo quarto andar ela a Daniele começou com o papinho:
- Já pensou se esse elevador pára?
- Claro - disse a Luana - Penso nisso em todo elevador que eu entro. Elevador parado me excita...
- A mim também - confessou a Daniele - A mim também...

Resultado: Galera, foi mal pelo black-out de segunda, mas eu tinha que fazer alguma coisa...
 Luaninha, saudades da Luaninha

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Eu Não Entendi Nada!!!


Eu estava saindo do chuveiro, e vi minha irmã, sem o sutiã no seu quarto, em frente ao espelho, com os seios, um em cada mão, sopesando-os, quando ela comentou:
- Estou achando os meus seios pequenos...
Não sei bem o que ela estava querendo.
Talvez que eu pagasse uma cirurgia plástica, ou quem sabe, que eu dissesse que: "não, eles estão muito bem assim".
Sei lá, mas então eu sugeri a ela:
-  Porque você não esfrega papél higiênico entre os seios pelo menos uma vez por dia? Eu já vi isso funcionar...
Ao que então ela perguntou:
- Mas leva quanto tempo para fazer efeito?
E eu respondi:
- Claro que não é um negócio automático! Eles vão aumentar de tamanho ao longo de alguns anos...
E ela disse:
- Jura? Você realmente acha que esfregar um pedaço de papel higiênico entre meus seios, todos os dias, vai fazer aumentá-los, depois de alguns anos?
Sem hesitar um segundo e às gargalhadas, eu respondi:
- Funcionou com a sua bunda, não funcionou???
Não sei como foi que aconteceu, só sei que hoje eu acordei todo engessado, num hospital, e os médicos me disseram que eu estava há um mês em coma...
Será que ela não tem senso de humor???

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

O que é o Céu para Você?



É isso que dá ir dormir muito cedo... Acordei muito cedo em pleno feriado e vim pra internet, e o pior de tudo é que resolvi filosofar...Ninguém merece!!! Nem eu e muito menos você....
Mas já que você se atreveu a vir ler esses meus "filosofados", não reclame e vá até o fim... rsrsrs
Aproveitando que hoje é dia de Finados, lá vai:
Por que será que, quando "perdemos" alguém querido, as pessoas nos dão "condolências" e desejam "luz e paz" para aquele que "se foi"?
Eu entendo perfeitamente que sejamos solidários com aqueles que ficaram e com certeza sentirão saudades daquele que se foi, mas não comungo muito com o clima de "tristeza generalizada" que sempre acontece na cultura judaico-cristã.

O tema "morte", palavra que até o momento não havia citado, quase sempre é tratado de forma não muito natural, como se ao nascer não tivéssemos começado a morrer.
É claro que nos casos em que a morte acontece de forma violenta e/ou prematura nos sintamos chocados e tristes pela perda que tivemos, mas eu costumo me entristecer por mim e pelos que continuaram por aqui encarando toda essa dureza desse mundinho em constante autodestruição.

Já que nós humanos somos suficientemente pretensiosos para acharmos que ao morrermos não estaremos simplesmente acabando, e sempre tentamos acreditar que teremos uma "outra vida" do "outro lado" ou que reencarnaremos, ou... enfim que teremos alguma continuidade além das "palavras e obras" que aqui deixamos, fiquei pensando, comigo mesmo, se essa história de desejar "luz e paz" aos mortos não tem algo a ver com algum sentimento de culpa que carregamos por, de alguma forma, não termos cumprido com aquilo que julgamos que seja o "próprio dever".

Como todo e qualquer humano, também não me agrada muito essa idéia de simplesmente "pufff" acabou. Afinal de contas, a minha vida tem sido muito boa e divertida, e nesse caso, prefiro não pensar muito no assunto da minha morte, e sim em aproveitar o tempo que me resta.
Assim sendo, peço encarecidamente aos meus amigos e parentes que, no dia em que eu morrer façam uma tremenda festa em minha homenagem. Que deixem pra lá essa história de "luz e paz" e festejem a vida que eu levei e usufruí.

Não se entristeçam por mim, pois estarei indo me encontrar com o Sinatra, o Tom Jobim, o George Harrison, o John Lennon, o Vinicius, o Elvis, e tantos outros caras geniais, num lugar meio escurinho, com muita música, poesia, comidas e bebidas, e cheio de mulheres bonitas e gostosas...
Esse sim é o meu "CÉU" !!!
Em tempo... Vou ficar decepcionado, para não dizer MUITO PUTO, se "LÁ" eu encontrar esses caras de asinhas, assexuados e tocando lira!!!
Podem acreditar, que se "LÁ" for assim eu vou fazer o possível pra subverter a ordem instituída...

domingo, 1 de novembro de 2009

Reforma Ortográfica: Faça a Sua!

É, caro amigo! Há algum tempo venho recebendo e-mails de leitores que viram placas ridículas pelas ruas e pediram para que o quadro voltasse!
Cá estamos e com várias fotos novas!
Muito obrigado por terem enviado, e continuem mandando...
O e-mail é: informaleilegivel@yahoo.com.br
Quem sabe ela não aparece por aqui?



Conseguiu escrever "vende-se" corretamente, mas escorregou no "verdi" e na "pamomlha"
(enviado por Antônio - SP)

 


Pode deixar! Já sei que "ten" dono...
(enviado por Regina - RJ)


 

Não sou muito chegado a beber "iorgulte". Ele é um pouco mais azedo do que o normal!
(enviado por Regina - RJ)




Tudo bem, vou ter que pagar R$1,50!
(enviado por Antônio - SP)




I'll never know!!!
(enviado por Ricardo - RJ)

Pesquisar este blog

Você vai marcar a primeira opção?